Projeto Reciclando Sons

Nessa postagem vou falar de um projeto que não tem a ver somente com violinos. Tem a ver com pessoas, com voluntariado, com mudança de vidas, com um sopro de esperança a quem tem muito pouca, com um fantástico projeto social, com música, tanto clássica quanto popular e, além disso tudo, também tem a ver com violinos (e violas, e violoncelos…).

Mudando de canal na TV hoje procurando o que assistir, passei por um onde haviam algumas pessoas com violinos na mão. Como não poderia deixar de ser, parei e fui ver do que se tratava. Era a TV Câmara (se não estou enganado) e a matéria era sobre um projeto chamado Reciclando Sons, que fica na Cidade Estrutural, no Distrito Federal. A Cidade Estrutural fica próxima ao aterro sanitário do DF e muitos moradores de lá são catadores de lixo ou seus parentes. Neste cenário de pobreza foi criado o projeto, que busca através da música, mudar a vida e as perspectivas de futuro das crianças e jovens que moram lá.

Entre os vídeos disponíveis no canal deles (já no menu lateral), tem um que quero destacar, com uma produção fantástica e com uma música que eu pessoalmente adoro: Admirável Gado Novo, do Zé Ramalho.

Se você quer conhecer mais do projeto, este outro vídeo tem as informações da história dele e mostra histórias de vida que já foram mudadas desde 2001, quando o projeto foi criado pela maestrina Rejane Pacheco:

O site deles é este: http://rejanepacheco.blogspot.com.br/

Eles também estão no Facebook: https://www.facebook.com/reciclandosons

16ª Convenção Mundial Suzuki

Já falei aqui do Método Suzuki. Um dos aspectos positivos dele é que em todo o mundo o repertório trabalhado é o mesmo. Desta forma, se alguém muda de cidade ou de país e encontra em sua nova cidade um professor que segue este método, pode continuar seus estudos sem traumas. Esse repertório único também tem outra vantagem: se você junta alunos Suzuki de diferentes lugares, pode fazê-los tocar juntos, pois todos saberão o mesmo conjunto de músicas.

O Método Suzuki para violinos é composto de 10 livros, que são acompanhados por gravações oficiais dessas músicas, para que os alunos possam se familiarizar com elas. O primeiro deles tem 17 músicas, os demais possuem menos músicas, mas elas são maiores e mais complexas.

16a Convenção Mundial SuzukiPeriodicamente existem encontros Suzuki, que por aqui são chamados “retiros” (sei ao menos que existem em Londrina/PR, São Paulo/SP e Brasília/DF), onde os alunos tem uma verdadeira imersão de alguns dias (em Brasília são 2). Também existem encontros internacionais, incluindo uma Convenção Mundial Suzuki, cuja 16ª edição aconteceu no Japão, de 27 a 31/03/2013. Para se ter uma ideia do que esse encontro representa, seguem abaixo dois vídeos de apresentações no concerto final da convenção. São dezenas (acho que centenas) de crianças tocando juntas as músicas do repertório. Interessante observar que eles não estão lendo partituras, estão tocando de memória, que é outra característica do método.

O primeiro vídeo é de uma música razoavelmente simples, chamada Canção do Vento, que é a 3ª música do Livro 1 do método:

O segundo vídeo é do Minueto 2, de J. S. Bach, que é a 14ª música do Livro 1 do método:

Se é emocionante ver centenas de crianças tocando juntas violino, de memória, uma música de Bach, imagine a emoção que cada uma daquelas crianças deve estar sentindo. Estes acima são vídeos dos pais, feitos com celulares a partir das arquibancadas. A Convenção também tem um canal oficial do YouTube. Não peguei vídeos de lá pois os títulos são em japonês, mas quem tiver curiosidade, segue o link:

http://www.youtube.com/user/16thSuzukiConvention/videos

O site da convenção, em inglês, pode ser encontrado no seguinte endereço:

http://16thwc.suzukimethod.or.jp/en/

Mozart tocado em seus próprios violino e viola

Encontrei esse vídeo no site “Arts Journal“. Ele mostra uma exibição de dois músicos tocando uma obra de Mozart (Finale of the Duo in G, K. 423) em um violino e uma viola que até onde se sabe pertenceram ao próprio Wolfgang Mozart. Tem uma parte inicial onde eles falam um pouco do violino em inglês. Infelizmente não tenho tempo para traduzir a entrevista, mas a parte importante não precisa de legendas, não é?

Ótima reação de um violinista quando um celular toca na platéia

Durante um concerto de música clássica, um celular toca na platéia. Ao invés de ficar com raiva, parar o espetáculo ou até dar uma bronca no dono do celular, o músico teve uma reação profundamente espirituosa, que acabou rendendo aplausos no final.

Obs: eu sei que na descrição e nos comentários é dito que é uma viola e não um violino. Mas acho que é bom o bastante e parecido o suficiente para eu colocar aqui no blog, não é?

Violinista Lindsey Stirling

Lindsey Stirling

Lindsey Stirling (Crédito: Wikipedia)

Lindsey Stirling é uma violinista, dançarina, cantora e compositora nascida em Orange, na Califórnia, EUA, em 21/09/1986. Começou a estudar violino com 6 anos, depois de passar um ano pedindo a seus pais para aprender. Seu gosto por música clássica veio de seus pais, que em casa escutavam com frequência Tchaikovsky, Beethoven e Mozart. Quando tinha 16, entrou em uma banda de rock chamada Stomp on Melvin.

Seu estilo inclui a mistura de música clássica com uma batida moderna (dubstep), e coreografias de dança que ela executa enquanto toca o violino, tanto ao vivo quanto em vídeos. Segundo seu site oficial, ela aprendeu a dançar através de filmes musicais, vídeos do Michael Jackson e vídeos do YouTube, dos quais ela imitava os passos. Sua primeira aula de dança aconteceu em 2011, para preparar a coreografia de um de seus vídeos.

Em 2010 ela participou do programa America’s Got Talent, chegando até as quartas de final. Após o programa, o diretor de fotografia Devin Graham entrou em contato com Lindsey para propor fazer um vídeo com ela para o YouTube. Fizeram um vídeo para a música “Spontaneous Me“, que teve grande sucesso e fez a popularidade dela dar um salto, sendo que até a data de hoje (25/02/2013) já tem mais de 10 milhões de visualizações. Depois deste, ela começou a criar mais vídeos para seu canal oficial, Lindseystomp, boa parte deles feita por Devin. O sucesso de seus vídeos tem sido tão grande e decisivo em sua carreira, que em sua página oficial ela é descrita como “YouTube sensation” (sensação YouTube).

Em setembro de 2012, Lindsey lançou seu primeiro CD (também disponível no iTunes), com 12 composições originais de sua autoria, das quais pelo menos 8 já tem vídeos disponíveis em seu canal. No final de 2012, Lindsey fez uma turnê pelos EUA e no início de 2013 por alguns países da Europa, seguida de uma nova turnê pelos EUA. Ela já postou em sua página no Facebook que pretende fazer turnê por outros países e também já postou uma foto vestindo uma camiseta da seleção brasileira de futebol, informando que está preparando uma surpresa para seus fãs, o que leva a crer que em uma futura turnê mundial, o Brasil será incluído no roteiro.

Em dezembro de 2012, o YouTube anunciou que o vídeo “Crystallize”, da Lindsey, foi o 8º vídeo mais visto em 2012, com mais de 42 milhões de visualizações (agora já passou de 49 milhões):

Referências:

Violinista de 14 anos dando show em competição

Sedra Bistodeau, de 14 anos, tirou o primeiro lugar na Divisão Aberta da Competição da Feira Estadual de Talentos 2009 do estado de Minnesota, EUA (2009 MN State Fair Talent Contest – Open Division), tocando “Rapsódia Húngara nº 2” na frente de uma multidão de mais de 7.000 pessoas, em 6 de setembro de 2009.