Violinos elétricos

Assim como temos a guitarra elétrica e o violão, o contrabaixo elétrico e o acústico, também há o violino “normal” (geralmente é só “violino”) e o elétrico. Como nos outros casos, o violino elétrico usa captadores eletrônicos para capturar as vibrações das cordas e produzir o som, o que dá a ele muita liberdade de formato e material de que é feito, já que não precisam ter caixa acústica, como pode ser visto nesta imagem:

Violinos elétricos

Eu pessoalmente prefiro a sonoridade do acústico, especialmente quando, aproveitando ser um instrumento elétrico, fazem uso de pedais de distorção, como nas guitarras. Algumas músicas, se você não assistir o vídeo, mal dá para dizer se é um violino ou uma guitarra. Veja por exemplo esta música da Caitlin De Ville:

Não me entenda mal, o resultado é bom. Eu só não acho muito “violinístico”.

Mas tenho que reconhecer que como tudo na vida, é possível sim tirar sons interessantes e diferentes de um violino elétrico, como esta apresentação da Plummy Lettice no Britain Got Talent (caso queira pular o papo introdutório, a música começa em 1min57s):

E até a Lindsey Stirling tem alguns vídeos usando violinos elétricos, como um dos últimos, em que ela faz um duelo de faroeste contra bandidos que usam guitarra:

Veja aí e forme sua opinião sobre essa alternativa aos violinistas.